sexta-feira, 9 de julho de 2010

CAPITALISMO DE ESTADO


Desde que o jovem consultor americano Ian Bremmer, especializado em riscos políticos globais, alertou o mundo sobre Capitalismo de Estado, tenho recebido várias perguntas sobre o assunto. As pessoas desejam saber mais sobre o assunto e sentem que há uma ameaça surgindo. O assunto não é novo mas sua abordagem focalizada sob a expressão “O fim do livre mercado”, em seu titulo original “The end of the free market”, Editora Portfólio (EUA), cujo lançamento ocorrerá no Brasil em fevereiro de 2011, tornaram a expressão mais conhecida.
Este conceito, Capitalismo de Estado, aborda dois importantes significados que se distinguem entre sí.
01) Refere-se aos países capitalistas cuja interferência do Estado está presente e é determinante para desenvolver as forças produtivas, opondo-se frontalmente ao liberalismo. Um exemplo típico é França.
02) Refere-se aos países chamados socialistas como é o caso da URSS e Cuba, por exemplo, que possuem como principal caracterísica manter a exploração dos trabalhadores através do conceito Marxista da Mais-Valia, tratado em seu clássico livro “Manifesto Comunista”, assim como no capitalismo privado, mas onde o Estado se transforma no principal prorietário da “coisa publica”. Neste caso, o Estado extrai a mais-valia (lucro) e ele redistribui, mantendo os conceitos de reivestimentos.
Críticos aguerridos, lembram que os sinais são os mesmos, só que o capitalismo livre cria os burgueses privados e o modelo concentracionista, cria a burguesia de Estado, já que é o Estdo que redistribui a mais valia ao povo e aos seus colaboradores e “burocratas”. Mas não é o papel deste artigo criticar os modelos, propor a reflexão sob outro spontos de vista.
Esta concepção nasceu no processo da revolução Russa, inspirada nos moldes de Lenin, sendo este um dos primeiros a utilizar esta expressão.
Ian Bremmer destaca em seu artigo publicado na revista VEJA, no Brasil de 05/07/2010, que em 2009, que após um convite por e-mail do vice-ministro de Relações Exteriores da China, He Yafei, junto com um pequeno grupo de economistas acadêmicos na 12ª Avenida em Manhatan foi abordado da seguinte forma “Agora que o livre mercado fracassou, que papel voces acham que caberá ao Estado na economia?”. O tom malicioso da pergunta levou ao economista a fazer uma longa reflexão sobre o papel do Estado nestes países, e sua ameaçadora, para não dizer esmagadora partipação no mercado de consumo. A grande manifestação disto foi a mudança do comportamento do denominado G7, o grupo das nações mais industrializadas do mundo, todas elas campeãs do capitalismo de livre mercado, para o modelo do G20, que incluem os contrapositores do livre mercado como China, Rússia, Arábia Saudita, India e outros países que trazem em seu bojo modelos concentracionistas de governo para que participem das discussões. O contexto nos remete à reflexão de quando “Mikail Gorbatchev anunciou a seu povo que eles estavam vivendo num novo mundo e seis dias após a União Soviética acabou. Em tres semanas o lider chinês Deng Xiaoping lançou uma nova reforma de livre mercado da China e em um ano Fidel Castro tinha aceitado a necessidade de implementar algum gráu de experimentação capitalista, aceitando profissionais liberais, sobretudo no seguimento da saúde” (texto da revista VEJA). Apesar do prévio julamento de que o clivre capitalismo havia superado aos modelos socialistas, mas a verdade que o fim do comunismo não colocou fim aos governos totalitários. Na verdade este governos passaram a oferecer seu produtos e serviços a preços literalmente baixos à um mercado de capitalismo livre. Este processo trouxe a tona o fato de que os produtos podem seguir a velha premissa do capitalismo livre da produtividade, ou seja, “produzir mais, produzir melhor e produzir por menos”, Uma tríade que parecia impossivel de se ajustar, dada a competitividade exponencialmente crescente. Aí aparecem os países com a postura de custos de mão de obra baixissimos, com acessos restritos aos próprios produtos e oferecidos ao mundo a preços muito acessiveis. Isto levou os consumidores de baixa renda a experimentar o poder de consumo. Mesmo quando não possuem o capital para a aquisição de um bem de consumo, o fazem através dos créditos infinitamente parcelados com juros que tornam o negócio ao capitalista livre ou de Estado, muito mais atraente e de forma que seu orçamento se comprometa para o consumo de muitos bens ao mesmo tempo. O efeito globalizado, atuando dentro destes moldes, estão levando ao consumo desenfreado do lado do capitalismo livre, e tornando o Estado mais poderoso do lado do Capitalismo de Estado, levando ao processo de produção linear e finito a uma velocidade mais acelerada ainda. Observe entre seus pertences. Quantos produtos de origem estrangeira e oriundos de países totalitários você possui?
Creio que o capitalismo está sofrendo um importante avanço, e uma sensivel mutação, cabe saber se este modelo é o mais atraente. Os modelos totalitários de governo tem se demonstrado eficientes em termos de crescimento e geração de prosperidade a curto prazo, mas o equilibro das coisas parecem ter sido abaladas de novo, pois geraram também imensos contingentes de pobres na economia global. O que precisa-se perceber claramente é qual dos modelos, ou ainda, que miscigenação de modelos poderá trazer mais vantagens, equilibrio e sustentabilidade a todos, no longo prazo.

domingo, 21 de março de 2010

Cyloop - Rádio na Internet


Depois de se registrar, você pode simplesmente escutar as músicas que a Rádio Cyloop recomenda para você ou ativamente colecionar suas canções preferidas em “playlists”. Além disso, você pode seguir seus artistas favoritos, sendo informado de cada novidade sobre eles, ler as últimas notícias e blogs, ou deixar comentários em cada canção ou álbum.
O sistema de recomendação proprietário do Cyloop é baseado no projeto MAP. O sistema de recomendação é utilizado extensivamente no site, desde a criação de rádios personalizadas até a sugestão de artistas novos no perfil de usuários. O projeto MAP é baseado na idéia que o gosto musical é marcado não somente por artistas similares mas também por dados demográficos, geográficos e culturais. Em outras palavras, eles acreditam que o local que você vive, sua linguagem, amigos, idade e mais determinam que tipo de música você se identifica mais.
A tecnologia do projeto MAP está patenteada nos EUA (pendente), e utiliza mapas auto-organizáveis (SOM, “self-organizing maps”). Os SOMs são um tipo de rede neural que é treinada para aprender sozinha e produzir resultados cada vez melhores com o decorrer do tempo. (Diversas Fontes)

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Varejo Sustentável - Ações que fazem a Diferença




VAREJO SUSTENTÁVEL - Ação do Wal Mart que deve ser seguido.
Foi divulgado na Globo News em 17/02/2010, a divulgação das ações de varejo sustentável da rede de supermercados. O assunto além de sério, é estimulante.
Segundo a rede de TV, "Após um ano e meio de pesquisa e inovação tecnológica, os resultados já podem ser vistos nas prateleiras: embalagens menores e feitas de material reciclável, menor consumo de matéria-prima e energia, destinação inteligente de lixo, e outras mudanças inteligentes em favor da ecoeficiência.Veja como o varejo pode fazer ajustes importantes em favor do planeta, estimulando o consumo consciente." Acesse o link e assista ao vídeo. Reflita sobre as açoes e veja quais são os comportamentos que precisa adequar à nova necessidade mundial.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Inovação em Tecnologia

video

Muitos se perguntam como será o próximo computador. Não dá sequer para dizer que é o computador do futuro, pois esta tecnologia tem avançado com tanta velocidade, que pode ser que o modelo proposto neste vídeo até exista e esteja sendo lançado para o próximo natal. Exageros a parte, o modelo proposto é uma visão conectada com as facildades exigidas por um mercado cada vez mais ávido por consumo. Veja o vídeo. Comente!!!

sábado, 21 de novembro de 2009

BATRA - BAURU TRANSPARENTE - ONG PROMETE MONITORAR AS ATIVIDADES PUBLICAS

Marco Aurélio Vanzella, esteve na cidade de Bauru, no dia 12 de novebro de 2009, para a cerimonia de fundação da BATRA - Bauru Transparente. Esta ONG nasce à exemplo da MATRA - Marilia Transparente, com a intúito de de representar um olhar a mais aos atos públicos municipais. Trata-se de uma organização não governamental (ONG), sem fins lucrativos, que atua em sinergia com a sociedade civil, a administração pública, lideranças políticas e a iniciativa privada, para acompanhar a gestão dos bens públicos e a preservação dos valores e do patrimônio cultural da cidade. O Objetivo central da insitituição é promover maior integração entre as políticas públicas e os reais interesses e necessidades da comunidade Bauruense. Nós temos que ter compromisso com as novas gerações. Temos que deixar um país melhor porque o que está acontecendo é terrível. É preciso deixar um país honesto, uma sociedade mais justa”. A afirmação foi feita por Marco Aurélio Mesquita Vanzella (um dos coordenadores desse movimento) ao avaliar o resultado da reunião realizada nesta semana para a criação da BATRA – Bauru Transparente. Apoiamos a idéia e esperamos poder contribuir de alguma forma. Parabéns pela iniciativa.



Alunos de ADM são destaque em Prêmio Nacional



Alunos de ADM são destaque em Prêmio Nacional
(Matéria publicada no site da FIB-Facudlades Integradas de Bauru)
O 2º Prêmio Varejo Sustentável Wal-Mart Brasil visa estimular a pesquisa e difundir as propostas dos estudantes dos cursos brasileiros no desenvolvimento da sustentabilidade em toda a cadeia varejista, relacionamentos e níveis de atuação identificando novos projetos, práticas, idéias ou aplicações com potencial de desenvolvimento no varejo.
O Prêmio é um concurso nacional aberto a todos os estudantes dos níveis técnico e superior, que poderão participar com projetos de ações, métodos, equipamentos, sistemas operacionais e soluções inovadoras que possam ser aplicados em qualquer etapa da operação do varejo.
Os projetos participantes devem contemplar os três pilares da sustentabilidade - benefícios ambientais, sociais e econômicos – além de permitir a aplicação imediata no segmento varejista supermercadista.
Os alunos do 4ª ano do curso de Administração, Danielle Cristina Tonelli e Jorge Fernando do Carmo, foram agraciados com Menção Honrosa neste Prêmio, ao apresentarem o projeto denominado WAL-MART: ENXERGANDO O PRESENTE COM OS OLHOS DA ALMA, PROJETANDO O FUTURO COM OS OLHOS DO CORAÇÃO! – voltado para a qualidade de vida das pessoas portadoras de deficiências visuais. O trabalho foi orientado pelo prof. Edson Sposito, que também foi quem trouxe a informação da existência do Prêmio.
Danielle diz que ficou empolgada com o e-mail do professor Sposito, que os incentivaram a desenvolver o projeto, acreditando no potencial dos alunos. “Entrei em contato com o Jorge que abraçou a responsabilidade na hora”, conta. Jorge acrescenta que decidou participar “pela oportunidade de um bom projeto ser reconhecido em nível nacional e por uma grande rede varejista como o Wall Mart”.
A escolha do tema foi influenciada por uma conversa informal com duas alunas da turma, Renata e Mônica, que estão desenvolvendo TCC sobre comunicação mercadológica para deficientes audiovisuais. “Elas comentaram que os deficientes que elas entrevistaram, em sua maioria, se diziam excluídos por não poder realizar suas compras sem a ajuda de um terceiro, porque as lojas em geral não estão adaptadas para recebe-los. Além disso, os respondentes também disseram sobre as dificuldades em identificar produtos, a falta de preocupação com a comunicação nas embalagens em geral”, revela.
O professor-orientador, Edson Sposito, destaca a importancia do tema. “Tenho a certeza que as opiniões, fundamentações, e propostas realizadas poderão, realmente promover melhorias no “aproach” entre o mercado e este consumidor especial. Os números apresentados no projeto, demonstram com clareza o tamanho da amostra que não pode ser desprezada e hoje vem sendo tratada de maneira desigual, sendo que em sua maioria são pessoas ativas economicamente, eleitores e de responsabilidade civil”.
Jorge afirma que o objetivo do projeto é a inserção do deficiente dentro do mercado. “Já que ele faz tantas tarefas complexas, inseri-lo dentro do contexto varejista não seria difícil”. Danielle vai mais fundo ao afirmar que “o objetivo geral do projeto é intensificar a percepção do posicionamento do Wal-Mart como uma empresa socialmente responsável, que se preocupa com a integração dos deficientes visuais em todas as suas necessidades, inclusive no consumo sustentável. Uma ação voltada para os DVs (Deficientes Visuais) partindo de uma empresa privada, visa a colaboração deste ator social com as funções genéricas do país, promovendo a inclusão dos DVs, baseando-se nos princípios regidos pela lei nº 7.853”.
Dentre as propostas oferecidas pelo projeto, Jorge destaca o sistema DOSVOX na entrada dos corredores que informe o setor onde o Deficiente Visual está e que tipo de produtos ele encontrará em determinado corredor da loja. “O DOSVOX é um sistema que se comunica com o usuário através de síntese de voz, viabilizando o uso de computadores e equipamentos eletrônicos por deficientes visuais, de forma independente”, explica.
A escolha do professor Sposito para orientador não aconteceu por acaso. Danielle fala que “pode parecer engraçado, mas ele nos escolheu para orientar esse projeto. Lembro que ele escreveu assim: se vocês quiserem participar, vocês, eu oriento!". A orientação dos alunos, segundo o professor Sposito, não foi difícil. “Não deu trabalho algum. Os dois desenvolveram o trabalho e eu somente conduzi as correções, e adições de idéias e ajustes das já existentes. Foi muito bom orientá-los. Avalio como uma experiência agradável e estimulante, pois tanto o Jorge quanto a Danielle, são pessoas comprometidas com suas crenças e valores”, complementa Sposito.
A notícia sobre a menção honrosa neste Prêmio deixou os alunos emocionados. “Soubemos dia 13/11, na faculdade, em um momento de descontração, quando estávamos sendo fotografados para a placa de formatura e experimentando as becas. Choramos, nos abraçamos com os colegas de sala, foi muito legal! Posso dizer que foi uma emoção indescritível, pois é o primeiro reconhecimento público que recebo colocando em prática o conhecimento aprendido na faculdade” diz Danielle. Um pouco mais contido, Jorge diz que “é de uma alegria inexplicável em palavras, pois só de saber que fomos ouvidos e que realmente é um prêmio que tem o compromisso com aqueles que participam do projeto eu fico extremamente maravilhado”.
O professor Edson Sposito aponta outro aspecto importante desta premiação. “É uma forma de aproximação da universidade com o mercado e uma clara ação de reconhecimento de potenciais profissionais de valor para o mercado, além de tornar publico o potencial existente nas salas de aula das faculdades”.
A entrega dos prêmios está marcada para o dia 1 de dezembro, no Centro de Convenção da Apas – Associação Paulista de Supermercados - em São Paulo.
Outras informações sobre a premiação estão disponíveis na internet, através do site
www.premiovarejosustentavel.com.br.



domingo, 15 de novembro de 2009

Responsabilidade Social Empresarial


Tatiane Rosa Rodrigues (Foto), Assistente Social, pós graduada em Gestão Integrada de Pessoas e Sistemas de Informação na FIB - Faculdades Integradas de Bauru, apresentou no dia 07 de novembro a publicação de seu artigo baseado em em seu Trabalho de Conclusão de Curso de pós graduação, realizado em aprceria com Daniele Paranhos Vieira e orientadas por Edson Spósito, intitulado RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESARIAL: Estudo de Caso CEISA/PLASUTIL uma abordagem de resultados. O objetivo do trabalho é discutir o papel das empresas nos processos de responsbailidade social de forma que resultados sejam colhidos, medidos e realmente úteis à sociedade como um todo. Numa abordagem contemporânea, realista e objetiva, trata de fatos baseados em conceitos teóricos embasados em autores consagrados e com experiências indiscutíveis e demonstram em seu conteúdo a comparação com fatos reais vivenciados por Tatiane e Daniele junto ao CEISA - Centro de Educação Infantil Santo Antônio. O trabalho já abriu portas para diversas palestras, congressos e outros eventos divulgadores do sucesso das idéias de Tatiane e Daniele. em breve teremos a oportundiade compartilhas destas iéias em outra matéria.